A Cura das Frutas



Entende-se por cura de, frutas, alimentar-se durante um determinado tempo somente de frutas excluindo toda outra classe de alimentos, exceto a água, com o fim de combater certas enfermidades.

Estas curas têm a vantagem de limpar surpreendentemente o sangue e em geral todo o organismo; recomenda-se, por conseguinte, nas enfermidades crônicas, onde existe acúmulo de materiais estranhos e nocivos.

Dá excelentes resultados para quem sofre de reumatismo, gota, ortritismo, hemorróidas, prisão de ventre crônica, enfermidades crônicas da pele, dos rins, fígado e estômago.

Durante a cura das frutas, nota-se uma perda de peso mais ou menos considerável, o que não deve alarmar, pois ele é precisamente necessário para que as toxinas e demais substâncias prejudiciais sejam expulsas e para alcançar a recuperação dos tecidos do organismo.

As frutas mais indicadas para a cura são as ácidas, como os limões, maçãs, morangos, já que os diversos ácidos que contêm, quando se combinam com a potassa, convertem-se em ótimos diuréticos e laxantes; queimados no organismos, dão carbonatos alcalinos.

Estes ácidos têm, por outra parte, a virtude de dissolver toda matéria estranha dos tecidos e que, dissolvida, pode ingressar na corrente circulatória, para sua eliminação.

Quanto ao tempo de duração da ”cura de frutas“, varia segundo as condições do paciente e o gênero da doenças; pode durar alguns dias ou várias semanas ou meses; porém, de todas as maneiras não convém prolongar demais.

“As curas de frutas", em certas estados patológicos, não convêm, como no caso de tuberculose, anemia, debilidade geral, desnutrição.



ABACATE
   
Esta fruta tem sido prescrita como alimento para os inválidos, por ser de tão fácil digestão e estar livre de sintomas negativos. Por sua alta porcentagem em gordura, é excelente alimento para os fracos e desnutridos, pais não produz indigestões, dores, nem prisão de ventre. Não ataca o fígado, como muitas gorduras animais, que deixam a sensação de peso e depressão. O carôço do abacate bem moído e queimado, toma-se em colheradas, em uma xícara com leite, contra a incontinência de urina, desinterias e leucorréia, ou flôres brancas, das mulheres. As folhas do abacate, tomadas em infusão, são muito digestivas, estimulantes e normalizantes da irregularidade da menstruação.



ABACAXI


O suco do abacaxi tem grande valor como digestivo e como tônico geral depois das refeições. Além disso, é de grande ajuda para a digestão dos alimentos protéicos, como a carne, pescadas e ovos. Esta saborosa fruta é urna fonte de quase todos os minerais, particularmente do ferro, magnésio e cobre, estes três elementos tão necessários ao sangue paro manter seu estado saudável. Esta fruta é estimulante da digestão e da atividade dos intestinos.
O suco do abacaxi recomenda-se nos estados febris, pois é refrescante e eliminador das toxinas; para estes casos se dará por colheradas a cada dez minutos. Emprega-se também nos enfermidades do garganta e da boca (aftas).
Durante o falta de menstruação, por causa do funcionamento deficiente dos ovários, utiliza-se com grandes benefícios, assim como contra os catarros da via respiratória e asma. Para prevenir a cura da prisão de ventre é excelente por sua alta porcentagem em celulose.
No exterior, emprega-se o abacaxi contra mordeduras de cobras; para estes casos se aplicará em forma de cataplasmas. Também desta mesma forma se usa sobre o abdômem dos febris.
A casca cozida e feita em formo de chá é utilizada para purificar o sangue e para diferentes processos inflamatórios.
Sendo esta fruta muito ácida não deverão abusar do seu emprêgo as pessoas débeis, acidificadas, nervosas, desmineralizadas, mulheres menstruadas e com escassez de leite.
Não combina bem com as verduras, tomates, claras de ovos, leite fresco e cereais.

 

ABIU

Devido as propriedades do Abiu, é uma fruta indicada para curar diversas doenças.
O abiu, ótimo expectorante, combate as complicações pulmonares, anemia, diarréia, disenteria,
dor de ouvido, febre, terçol, inflamações, otite e é ótimo para limpeza bucal em crianças.
Combate inflamações na gargante, intestinos, orgãos genitais e combate hemorragias.
Suas propriedades curam várias doenças, são vários os benefícios.
Sua casca é boa para baixar a febre.
O azeite extraido das sementes desta fruta é um bom revigorante para a pele.

 

ABRICÓ

É produto de uma árvore da família das Gutíferas, a que também pertencem o bacuri, o bacoparé, etc. O fruto,do tamanho de uma laranja, apresenta uma massa cor de abóbora, doce e aromática, aderente à casca. É geralmente muito apreciado.
Utilidades Medicinais
Ácido úrico - Usar abundantemente o abricó, fazendo refeições exclusivas desta fruta.
Catarro - Para as eliminações catarrais em geral recomenda - se fazer refeições compostas principalmente de abricó - do pará; mas não convêm usá-lo em excesso.
Febre - Chá das folhas, não muito forte. Morno, às colheradas.
Hipertensão arterial - Parece adequada a inclusão do abricó - do - pará na alimentação dos hipertensos.
Verminoses - Moer as sementes. Misturar com mel e tomar uma colher de sobremesa em jejum.

 

ACEROLA

A acerola, rica em vitamina C, auxilia à manter as defesas do corpo e portanto, reduz o risco
de alguns tipos de câncer.
Além disso, pode diminuir a taxa de colesterol no sangue e é boa fonte de potássio, que ajuda a regular a pressão arterial.
A acerola é recomendada no combate a gripes, resfriados, tuberculoses pulmonares, diabetes,
males do fígado, cicatrizações difíceis, disenterias e é indicado para pessoas em estado febril
e de convalescença.

 

AÇAÍ

O açaí, rico em ferro, fibras, carboidratos, lipídios e proteínas.
Devido suas propriedades, o açaí é uma fruta com poder de curar várias doenças.
Suas raízes têm o poder de atuar nas hemorragias e nas verminoses.
Indicado para diminuir o mau colesterol, curar anemias, problemas intestinais e é altamente energético.

Algumas propriedades do Açaí:

Proteínas: participam da coagulação sanguínea, da formação de anticorpos e da construção de novos tecidos.

Vitamina B1: estimula a digestão, aumenta a disposição mental, melhora o funcionamento do sistema nervoso, dos músculos e do coração.

Vitamina E: atua na prevenção de várias doenças crônicas não transmissíveis como a diabete, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

Ferro: agente produtor de coenzimas, substâncias que regulam todas as funções metabólicas, além de colaborar na produção de enzimas essenciais para o bom funcionamento do cérebro, fígado, baço e dos ossos.

Fósforo: forma dupla com o cálcio na generalização óssea e, esse processo ocorre sem interrupções no organismo, então o consumo semanalmente de Açaí é excelente.

Cálcio: na formação e manutenção de músculos, nervos e da saúde dos ossos.

Potássio: reduz os níveis de sódio e também auxilia nas funções nervosas, a contração muscular e o equilibrio de fluidos no organismo.

Entre suas propriedades, o açaí melhora a circulação sanguínea e protege o organismo contra acúmulo de gorduras que causam males cardiovasculares. Pesquisadores revelaram que dentre as inúmeras propriedades do açaí, essa fruta é capaz de prevenir o envelhecimento precoce, dado aos nutrientes que a fruta contém.
Em forma de polpa, suco e ao natural os antioxidantes que ela contém são todos aproveitados pelo organismo.
Outra propriedade muito importante destacam-se as fibras, pois auxiliam no bom funcionamento do organismo e controlam a absorção de gorduras e glicose.
O consumo de fibras é fundamental para as funções vitais do corpo, pois previnem tumores cancerígenos também, importante na prevenção da obesidade, da diabete e para o bom funcionamento do trânsito intestinal, com isso temos outra importante propriedade no Açaí, pois ele contém fibras necessárias para nosso organismo.
Os diabéticos precisam atenção especial ao comer a fruta, pois é um alimento rico em gordura, e a adição de açúcar, sorvete de massa, granola e outros alimentos em conjunto com o Açaí podem fornecer excesso de gorduras e calorias. Cada 100 gramas do Açaí contém 247 calorias.

 

AMÊNDOA

Devido as propriedades da Amêndoa, é uma fruta indicada para cura de várias doenças.
A amêndoa, rica em gorduras e vitaminas do complexo B.
A amêndoa, por sua vez, é uma fruta indicada para curar várias doenças.
É eficaz contra complicações das vias respiratórias, estomacais, ajuda combater gases, é um leve laxante, combate a febre,  irritações das vias urinárias, inclusive cálculos, também tem alguns minerais como fósforo, cálcio e ferro.

 

AMEIXA
   
Sua principal virtude curativa é a de ser essencialmente laxante, pelo que se recomenda contra a prisão de ventre; o resultado será melhor se forem empregadas as sêcas; esta sua propriedade não é superada por nenhuma outra fruta. Para estes casos se poderá comer de 10 a 20 ameixas sêcas, na parte da manhã.
Para uma ação purgativa, coloca-se de molho em um recipiente com água fria, e logo no dia seguinte se come em jejum e em seguido se bebe a água onde as ameixas estiveram de molho. É um excelente agente terapêutico contra a artrite, reumatismo, gota, arterioesclerose, nefrite, pois por conter albumina faz com que seja eficaz nestas doenças; além disso, por sua riqueza em ácidos orgânicos como o solicílico, atua benéficamente no organismo enfêrmo.
Os que sofrem de hemorróidas encontram na ameixa fresca um bom remédio, assim como as pessoas biliosas, congestionadas e irritados. Sua ação diurética utiliza-se nas enfermidades dos rins.
No estado sêco, constitui um alimento concentrado de primeira ordem e grande energético pela enorme quantidade de calorias que produz, sendo muito adequado para as pessoas que desenvolvem trabalhos musculares, esportes, etc.
As folhas fervidas no leite constituem um bom gargarismo contra a angina e em geral contra todas as afecções da garganta.

 

AMORA

Tanto a amoreira quanto algumas espécies de plantas medicinais, chamadas “silvas”, produzem amoras. Há amoras brancas e pretas, mas só as segundas são comestíveis. As brancas servem apenas para alimentar animais. É uma fruta de sabor ligeiramente ácido e adstringente, usada para fazer doces, compotas e geleias.
A amora é muito rica em vitaminas A, B e C e contém ácido cítrico. Tem propriedades depurativas, digestivas e refrescantes.

 

ARAÇA

O araça, rico em minerais como cálcio, fósforo e ferro é calmante, combate diversas doenças
inflamatórias da boca, garganta, intestinos, orgãos genitais, cura a diarréia, anti-hemorrágico.
Útil na prevenção e combate à osteoporose, descanso mental e anemia.

 

BANANA
   
A banana é altamente alcalina e aproveita-se para alcalinizar o sangue das pessoas, cujo organismo está carregado excessivamente de ácidos. é grande sua eficácia no tratamento da hidropisia e em geral em todos os casos em que os tecidos celulares estão inchadas por acumulação do líquido ceroso, por ser rica em sais minerais e neutralizante. É um remédio eficaz contra a prisão de ventre crônica, enfermidades do estômago, infecções do fígado, gota, paralisio, tuberculose, inflamações dos rins e cálculos biliares. é muito recomendado para as crianças, debilitadas e convalescentes, por ser um grande remédio.

CURA DA BANANA

Esta cura consiste em ingerir de cinco a dez bananas no primeiro dia, repartindo em três porções; e logo se vai aumentando progressivamente até chegar a dezoito ou vinte.
A duração desta cura pode ser de uma semana até um mês, porém não se deve prolongar mais que este tempo.
Para esta cura se deverá escolher bananas bem maduras, e mastigá-las muito bem.
Esta cura é recomendada para pessoas que sofrem de prisão de ventre crônica, transtornos do estômago, como acidez gástrica, insânias, paralisia infantil, dores persistentes de cabeça, enfermidades do sistema nervoso, pois, não obstante o seu alto valor alimentício, tem a vantagem de não engordar.
 


CAJÚ

A polpa do caju, rica em vitaminas A, B e C, fornece um potente antioxidante, rica no caju, que também previne resfriados e ajuda na cicatrização de feridas e lesões. Além disso, auxilia na contração muscular, pelo seu conteúdo em minerais.
A polpa do caju traz benefícios para curar várias doenças. Excelente Fruta.
A castanha do caju possui elevado valor calórico, por isso, considerada afrodisíaca e energética.
Das folhas novas do cajueiro pode se extrair um suco muito utilizado contra aftas e cólicas intestinais, e a raiz pode ser utilizada como laxante.

 

CAMBUCÁ

A cambucá alivia as dores de estômago, é calmante e tonificante, indicado na convalescença.
As folhas da cambucá produzem ótimos resultados no tratamento de bronquites, tosse e coqueluche.

 

CAQUI

O caqui é alcalinizante, bom para os males do fígado e da bexiga, também auxilia no funcionamento intestinal devido ao seu teor de fibras.
Possui ação sobre os dentes, pele, olhos, unhas, cabelos e na proteção do organismo.

 

CARAMBOLA

A caramboleira, pequena árvore da família da Oxalidáceas, é originária da Índia, tendo sido aclimatada no Brasil.
Utilidades Medicinais
Diurese - O suco de carambola age como um bom diurético, auxiliando na limpeza dos rins.
Eczema - Convém ingerir diariamente um copo de suco fresco de carambola.
Picadas Venenosas - Embora não substitua os antídotos convencionais, a aplicação externa das folhas bem amassadas de carambola ajuda a evitar complicações, segundo conceito popular.

 

CASTANHA DO PARÁ

A castanha-do-pará apresenta boa quantidade de fibras, essenciais para o funcionamento ideal do intestino. Em relação às vitaminas e minerais, em apenas duas unidades é possível atingir, em porcentagens de consumo recomendado para um dia: 25% de magnésio, importante para o processo que gera energia para o corpo; 18% de fósforo, essencial para a contração muscular e transmissão de impulsos nervosos; 10% de zinco, faz parte do sistema de defesa do corpo; 9% de vitamina B1, que também participa do processo que gera energia ao organismo. Outro ponto que chama atenção é a presença de selênio e vitamina E. Os dois são importantes antioxidantes, que combatem os radicais livres e previnem, assim, o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças.

 

CASTANHA PORTUGUESA

O castanheiro, árvore da família das Fagáceas, é originário da região do Mediterrâneo. No Brasil, a castanha - portuguesa é mais facilmente encontrada no fim do ano, sendo seu uso tradicional nas festividades desta época, quando é importada da Europa.
Utilidades Medicinais
Distúrbios da Digestão - Pode - se incluir na dieta um pouco de purê de castanha-portuguesa.
Coqueluche - Chá das folhas da castanheira, por infusão, adoçado com mel. Tomar aos goles.
Diarréia - A castanha é alimento adstringente. Pode ser usada cozida com erva - doce e sem açúcar, em pequena quantidade.pode - se também tomar o chá da casca da castanheira.
Enterite - Mesmo método explicado em diarréia.
Doençasdas Vias Respiratórias - Chá das folhas da castanheira, por infusão.

 

CEREJA

A cereja é uma fruta pequena, redonda e geralmente vermelha (existem cerejas amarelas e roxas).
A cereja pode ser classificada segundo seu grau de acidez.

Contém proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B e C.

Quando consumida fresca, tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas. Como a cereja é muito rica em tanino, pode provocar problemas estomacais.
Não é aconselhável consumir mais de 200 ou 300 g da fruta por dia.



CIDRA


A cidra é um tipo de limão galego, de tamanho acentuado. Árvore originária da Ásia.
Medicinal: dor de cabeça (aplicação da casca fresca, em rodelas sobre a testa); prisão de ventre (infusão das sementes juntamente com pétalas de rosa comum); perturbações do aparelho digestivo (indigestão, inapetência, flatulência - ingerir uma xícara de infusão da casca seca de cidra, tomado em jejum).
Aftas – fazer bochechos com suco de cidra.
Propriedades: proteínas, sais, calorias e vitaminas (A, B1, B2, B5 e C).

 

COCO

O valor nutritivo do coco varia de acordo com o seu estado de maturação. À medida que a polpa amadurece, aumenta o seu teor de gorduras. Também contém sais minerais, como potássio e fósforo, e proteínas importantes para o bom funcionamento do organismo. A água de coco contém sais minerais, como sódio, potássio e cloro, e um tipo de açúcar muito fácil de digerir, a glicose. A gordura do coco tem características bem diferentes das demais gorduras e óleos vegetais, parecendo-se mais com as gorduras animais. Também é digerida com facilidade e tem sabor mais agradável que as outras gorduras vegetais. O leite de coco é rico em gordura e sais minerais, contendo também pequena percentagem de proteínas.

 

CUPUAÇÚ

Rico em vitaminas do complexo B, como B1 e B2, vitamina C, cálcio fósforo. Além das vitaminas e sais minerais, essa fruta também é rica em pectina, uma fibra solúvel que ajuda a manter bons níveis de colesterol.

 

DAMASCO

O damasco, rico em betacaroteno, ajuda a evitar doenças do coração, derrame, catarata e algumas formas de câncer.
Também contribui para regular a pressão arterial, estabilizar as taxas de açúcar no organismo e previne a deficiência em ferro.

 

FIGO

Emprega-se o figo contra as chagas, úlceras, furúnculos, em forma de cataplasma. É excelente para o cérebro e nervos, pela grande quantidade de fósforo que contém. Os figos frescos empregam-se como laxantes e refrescantes e como alimento energético de primeira ordem. Como expectorante, emprega-se contra a tosse, catarros, angina e demais inflamações da via respiratória, em forma de chá, com leite em gargarejos. É eficaz contra a prisão de ventre. Em geral, recomenda-se aos enfermos comer figos, em especial aos que sofrem de escrofulismo, tuberculose, transtornos do fígado e vesícula biliar; devem evitá-lo os que sofrem de acidez do estômago, artrites, ou são obesos.


FRAMBOESA

Composição: nas folhas há ácido tânico, ácido láctico, ácido succínico e ácidos não saturados, e nos frutos há a pectina, glicose e ácidos de fruta. As sementes secas ao ar obtém-se 13,5% de um óleo pouco espesso e de cor verde amarelada. A fruta possui frutose.
Indicações: as folhas da framboesa têm efeito antidiarreico e anti inflamatório. Em inflamações das gengivas e de garganta usar a folha por infusão e fazer gargarejos para acalmar. A fruta excita o peristaltismo intestinal de um excesso de ácidos pela sua grande riqueza em bases.
A cura pela framboesa é indicada contra a prisão de ventre, e reumatismo e outras doenças metabólicas, sobretudo contra as doenças do fígado, dos rins e hemorróidas.
Boa para equilibrar a falta de vitaminas no organismo pois ela apresenta um conteúdo abundante de vitaminas.
O suco de framboesa com água é indicado para tirar a sede e ajudar na cura de doentes com febre
Uso: folhas de framboesa com folhas de amoreiras são recomendados em catarros, nas irritações e inflamações das vias gastrointestinais, nas diarreias e catarros inflamatórios do intestino grosso e nas hemorragias por hemorróidas.
Utilizado para melhorar o sabor de remédios farmacêuticos. Em compotas, doces, pastéis, etc.
Nota: A framboesa não é uma árvore; é um arbusto que mede aproximadamente a altura da cintura ou menos se for podada ou mais alta quando velha, podendo até ser cultivada em vasos dentro de casa.
Cuidar para não deixar a terra sempre úmida, manter ao alcance do sol.
Tem espinhos e folhas verdes claras.
A fruta é oca por dentro.

 

FRUTA DO CONDE

Também conhecido como Ariticum, ata, pinha. Tem polpa branca e sabor extremamente doce. Dentro de cada 'baga' tem uma semente dura, marrom escura. Uma modificação genética, hoje comercializada com o nome de atemóia, apresenta um sabor mais ácido.
Propriedades terapêuticas: O araticum é um fruto que apresenta polpa adocicada, rica em ferro, potássio, cálcio, vitamina C, A, B1 e B2.
Indicações terapêuticas: As folhas e sementes do araticunzeiro são utilizadas para conter a diarreia, induzir a menstruação, além de usadas no tratamento de úlceras, cólicas, câncer de pele e reumatismo.
Origem – Brasil, especialmente no cerrado. A fruta do conde, rica em vitamina C, sais minerais como cálcio, fósforo, ferro, potássio e é estimulante do apetite, energética, devido seu alto teor de glicose.
Também deverá ser incluida na alimentação de anêmicos.
As folhas em infusão servem para cãibras.

 

FRUTA PÃO

A fruta-pão é produzida por uma árvore da família das Moráceas. É um fruto grande,de massa espessa, tenaz, algo seca,doce, muito saborosa.
Utilidades Medicinais
Furúnculos - Aplicar fatias quentes de fruta pão sobre os furúnculos.
Dores Reumáticas - Banho de imersão em chá de folhas de fruta pão. Ou banhar a região dolorida com este decoto.

 

GABIROBA

Também conhecido como Guabirova, araçá-congonha (do tupi: o que mantém o ser).
Propriedades terapêuticas: Antioxidante – dez vezes maior que a amora e framboesa, por exemplo.
Indicações terapêuticas: Previne contra tumores, elimina radicais livres. Adstringente e antidiarreico (A infusão das folhas é relaxante para aliviar dores musculares, através de banhos de imersão).
Informações complementares
Origem: Brasil, especialmente nos cerrados das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste.
 


GOIABA

A goiaba, rica em vitamina A, B, C, cálcio, fósforo, ferro, carboidratos, combate a diarréia,  fadiga, alergias, hemorragias e infecções.
Apresenta diversas combinações de nutrientes, por isso, apelidada de Superfruta.
Sua casca proporciona o bom funcionamento do intestino.

 

GRAVIOLA

A graviola, rica em vitaminas B, C e E, verde é muito indicada para combater diarréias e reumatismo.
O suco da polpa da graviola é diurética e o chá é muito utilizado pelos diabéticos para baixar a glicose.

 

GRUMIXAMA

A grumixama é estimulante do apetite, reanimadora.
Combate males inflamatórios da boca, garganta, intestinos, aromática, energizante, revitalizante e aumenta a excreção pela urina.

 

GUARANÁ

O pó do guaraná diluído em água é um poderoso estimulante e revigorante, portanto um aconselhado afrodisíaco para homens e mulheres. Também aumenta a concentração e clareza do pensamento.
Usado nos casos de fraqueza geral, esgotamento e depressão nervosa.

 

JABUTICABA

A jabuticaba, rica em vitaminas do complexo B, é estimulante do apetite, reanimadora, combate
males da pele, o reumatismo, queda dos cabelos e ótima para o metabolismo do nosso organismo.
As cascas cozidas da jabuticaba auxiliam no combate a diarréia.

 

JACA

A Jaqueira é uma árvore da família das moráceas. Originária da Índia e de outros paises da Ásia.
Utilidades Medicinais
Anemia - Dado o seu alto teor em ferro, a jaca(especialmente o caroço) é indicada na anemia ferropriva. Pode-se cozer o caroço como a castanha portuguesa.
Tosse - Descaroçar os frutos, bater no liquidificador, misturar com mel e cozinhar em fogo brando por uns 40 minutos, mexendo sempre.Coar. Tomar uma colher de sopa deste xarope toda vez que a a tosse se manifestar.

 

JAMELÃO

Também conhecido como Jambolão, azeitona ou jambeiro. Árvore de elevada altura, dificulta o acesso para a colheita doméstica. E, quando cai no chão por estar madura, acaba rachando e inadequada ao consumo.
Propriedades terapêuticas: Antioxidante, antialérgico, anti-inflamatório, com propriedades semelhantes às da dexametasona.
Indicações terapêuticas: Combate a hipoglicemia. Embora cause transtornos pela coloração (arroxeada) que provoca mancha nas mãos, tecidos, calçamentos e pinturas de carros, tem-se mostrado bastante eficaz no tratamento anticâncer.
Origem: Índia. Adaptou-se muito bem às condições de solo e clima do Brasil, tornando-se espécie subespontânea na região Nordeste.

 

JENIPAPO

O jenipapo facilita a digestão e combate a asma, os males do fígado e do baço.
Ótimo para amigdalite, anemia, diarréia, doenças venéreas, faringite, sífilis, úlcera e vomitos.
Muito indicado para melhorar a circulação sanguinea e problemas dos rins.
A raiz é usada como purgante e a casca do tronco propicia um líquido branco no qual se pode combater as cataratas.

 

KIWI

O kiwi por ser rico em vitamina C e nenhum colesterol, combate gripes e resfriados, possui propriedades antianêmica, é estimulante do apetite, regulador intestinal, tem propriedades laxantes, muito digestiva, ajuda controlar o nível de colesterol é preventivo do envelhecimento das células e a formação de rugas.
Combate a depressão, stress, disfunções digestivas e fortalece o sistema imunológico.

 

LARANJA
   
A laranja é um dos mais importantes entre todos os alimentos, pois corrige a excessiva acidez do organismo, por ser altamente alcalina. Por possuir sais minerais e substâncias neutralizantes, recomenda-se aos enfermos de gota, aos diabéticos, pois exerce ação dissolvente sobre os tecidos carregados de materiais de desgaste. É estimulante do sistema circulatório. Ativa o trabalho das glândulas segregadoras do suco gástrico, facilitando desta maneira a digestão, as funções intestinais. O suco de laranja atua benéficamente sobre as glândulas de secreção interna e externa. É estimulante dos nervos, eficaz nos casos de neurastenia, convulsões nervosas, enxaquecas; para estes casos, far-se-á uma "cura de frutas".

 

LIMA

O sumo de lima é apropriado nos casos de hipercloridria, úlceras gástricas, acidez gástrica e afecções renais. Ajuda a combater o escorbuto, em virtude de seu elevado teor de vitamina C. Chupar lima pela manhã é aconselhável no caso de dermatoses decorrentes das impurezas sanguíneas. Segundo pesquisas do Dr. Teófilo Ochoa, “a lima é excelente contra as infecções, a neurite, o raquitismo, a pelagra.”
Em caso de flatulências, aconselha-se a casca da lima, em infusão, após as refeições. Para combater enxaqueca utilizar a folha da limeira, aplicando como cataplasma, junto às têmporas.
Composição química: hidratos de carbono, calorias, proteínas, sais.
Vitaminas: B2, B5 e vitamina C.

 

LIMÃO
   
As substâncias que encerra o suco do limão fortificam o coração, e em geral atuam favorávelmente sobre todo o sistema circulatório e sobre o sangue, sendo desde já eficaz pora as pessoas que sofrem de palpitações do coração. As aplicações do suco de limão são, pois, numerosissimas; e a lista de enfermidades que cedem ante a sua ação é grande. Emprega-se para a icterícia, diabete, enfermidades de Barloux, hemorragias nasais. E bem conhecida sua eficiência para combater as enfermidades da pele, em aplicações externas. Usa-se contra as infecções das amídalas, em forma de pinceladas. Também contra a afonia tem dado bons resultados, especialmente entre as pessoas que se dedicam ao canta. Esta aromática fruta combina muito bem com os ovos, leguminosas verdes, cebolas, verduras, saladas, nas quais substitui vantajosamente o vinagre. Não se deve misturar com leite cru, tomates, cereais, bananas, frutas ácidas e leguminosas. Não se deve abusar do seu emprêgo.

CURA DO LIMÃO
   
A cura do limão consiste em ingerir, no primeiro dia, o suco de um limão espremido, com um pouco de água e mel, (será melhor o suco do limão puro), nos dias seguintes ir aumentando até chegar a dez por dia, e em seguida diminuir gradualmente, de um a um. O suco deverá ser tomado uma hora antes das refeições ou duas horas depois das refeições. Durante esta cura as comidas devem ser sem condimentos e da forma mais natural possível. A cura do limão é especialmente indicada para pessoas obesas e gue sofrem de artritismo, reumatismo, gota, eczema, cálculos biliares e renais. A melhor maneira de se tomar o suco do limão, é com o canudinho e em pequenos goles.



MAÇÃ

   
A maçã é muito rica em fósforo, elemento indispensável para o funcionamento das celulas do cérebro.
O suco da maçã nos casos de febre tifóide constitui excelente agente curativo.
As maçãs comidas antes de dormir ativam a contração intestinal.
A casca sêca das macãs, quando ingerida, é um grande purificador do sangue e diurético, e, por conseguinte, se pode usar vantojosamente no lugar do café e do chá; esta bebida é muito popular.
A maçã pode muito bem ser comida junto com cereais, legumes verdes, rábanos, cebolas, verduras, saladas, frutas subácidas, frutas açúcaradas.

CURA DA MAÇÃ
   
A cura de maçãs consiste em ingerir no primeiro dia mais ou menos a quantidade de um quilo desta dita fruta, repartida em várias porções.
Nos dias sucessivos, vai-se aumentando até chegar a dois quilos ou mais.
Esta cura dá magníficos resultados nos casos de obesidade, reumatismo, gota, artritismo, arterioesclerose, diabete, sífilis, cálculos, albuminúria, enfermidades crônicas da pele e do sistema nervoso.
Para os enfermos do estômago, recomenda-se fazer uma cura mista, que consiste em comer a maçã com leite ou coalhada. É muito indicada para os que sofrem de diarréia; particularmente nos casos das crianças, aplica-se-á o "regime do Moro-Heisler" que consiste em ingerir entre 500 a 1000 gramas de maçãs, sem as cascas nem sementes, préviamente amassadas ou moídas, e dadas às colheradas, divididas em cinco porções. Concluindo, podemos dizer que toda pessoa e especialmente os que têm uma alimentação à base de carne e condimentos nocivos, deveriam dedicar um dia, em cada semana, à cura de maçãs, com a segurança de obter benefícios inesperadas.

 

MANGA
   
Esta fruta é um grande alimento antisséptico e bom dissolvente. A fruta verde, sêca e separada do carôço, é um poderoso antiescorbútico, superando o limão.
É um excelente purificador do sangue e bom diurético. Nas enfermidades das vias respiratórios, como catarros, tosse, bronquites, atua como um superior expectorante, preparado de preferência como xarope com mel de abelhas.
Comendo na parte da manhã, combate a acidez e outras doenças do estômago; O carôço cozido atua como um grande vermifugo, expulsa e destrói as lombrigas intestinais. Por sua natureza subácido e demasiado doce, a manga não combina com outras frutas, pelo que se recomenda comê-la sempre pura e separada de outros alimentos.

 

MANGABA

A mangaba, rica em vitaminas A, B, C, fibras, carboidratos, cálcio, ferro e fósforo, é digestiva.
É útil contra úlcera, herpes e tuberculose. Não pode ser consumida verde.
As cascas curam icterícia, males hepáticos e cutâneos.
 


MAMÃO
   
O mamão é eficaz contra a asma, a icterícia, a diabete: especialmente é purificador do sangue e benéfico ao estômago. As sementes, sêcas e bem moídas, são um bom vermífugo, carmitativo, e favorece a menstruação. Estas mesmas semente, frescas e bem mastigadas, em quantidade de 10 a 15, favorecem a secreção da bílis e também atuam contra várias enfermidades do fígado. As folhas do mamão são usadas em infusão; contém um alcalóide que é a carpaina, estimulante do coração. Esta preciosa fruta deve ser comida de preferência na parte da manhã; assim se sentirá melhor suas preciosas qualidades.



MARACUJÁ

É rico em vitaminas do complexo B e sais minerais, como ferro e fósforo. Além disso, também contém uma substância, chamada passiflorina ou paracujina, que tem propriedades sedativas, mas não é prejudicial pois não causa dependência. O fruto contém sais e vitaminas. Em geral são soníferos. Famoso por ser calmante. Rico em vitamina C.
Cada espécie tem sua aplicação na medicina doméstica, mas todos de um modo geral são soníferos.
As folhas do maracujá-da-bahia e do maracujá-cheiroso, em banhos quentes, são indicados contra a gota; e as sementes, também as do maracujá-pintado, são vermífugas. A raiz do maracujá-branco, e as folhas do maracujá-com-folhas-de-louro, possuem propriedades emenagogas.
O maracujá-fedorento, aplicado em banhos e cataplasmas, para erisipela e inflamações.
O maracujá possui propriedades sudoríferas, anti-histéricas e vermífugas.
Contém calorias, carboidratos, vitaminas A, B1, B2, C; fósforo, cálcio e ferro.

 

MARMELO

O marmelo é usado para limpeza da pele, ajudando a controlar sua oleosidade e fortificante do aparelho digestivo.
Combate diversos males inflamatórios da boca, garganta, intestinos, é antisséptica, antiespasmódica, calmante, cura queimaduras, inflamação da garganta, diarréia, cólica, fissura na pele.
 


MELANCIA
   
A melancia é pouco nutritiva, porém possui propriedades diuréticas; adernais, por ser muito alcalina, é neutralizante do sangue. Uma de suas qualidades mais ressaltantes é ser muito refrescante do sangue; para isto se deve comê-la antes ou entre as refeições, e nunca após as refeições, pois isto provoca indigestão, pela enorme quantidade de água que contém. Para combater a febre tifóide, faz-se aplicações no abdome, colocando-se pedaços da melancia, e fora disto o paciente poderá tomar o caldo (algumas colheres). Esta fruta não deve ser misturada de maneira nenhuma com bebidas alcoólicas, leite, tomates e verduras. As sementes, torradas e aplicadas sobre qualquer ferida, acalmam a dor.

MELÃO

O melão é produzido por uma planta da família das Cucurbitáceas, originária da Ásia e aclimatada no Brasil.
Pertence à mesma família da melancia.
Utilidades Medicinais:
Disenteria - Triturar as sementes em água e um pouco de mel. Coar. Tomar morno e bem diluído, 3 xícaras por dia.
Doenças do Estômago - Tomar esporadicamente o suco de melão. Substituir refeições por este suco. Triturar as sementes em água e mel; coar e tomar morno e bem diluído, 3 xícaras por dia.
Febre - Proceder como indicado em disenteria, com a diferença de que o liquido ali indicado deve ser tomado fresco em caso de febre.
Insuficiência Hepática, - Proceder como indicado em estômago.
Inapetência - Triturar as sementes em água e mel (no liquidificador). Coar e tomar bem diluído, duas horas e meia antes da refeição.
Reumatismo - Fazer refeições só de melão, esporadicamente. Passar um ou dois dias por semana só com melão, quando se deve manter repouso.

 

MIRTILO

Propriedades terapêuticas: Adstringente, tônico, antibacteriano, hipoglicemiante, antioxidante.
Indicações terapêuticas: Antioxidante (combate o câncer), antidiarreias, melhora a visão noturna, retinopatia diabética, falta de perfusão renal, pé diabético.
Origem: Europa especialmente de regiões nas quais o inverno é bastante rigoroso. Introduzida no Brasil pelo esforço de um padre italiano, que percorreu muitas residências com as minúsculas sementes, sem receber o devido crédito. Hoje é comercializada em média escala.

 

MORANGO
   
O suco de morango diluído em tríplice quantidade de água é recomendado no combate ao tifo. A gota e o reumatismo cedem ante o poder curativo da fruta, assim como todas as enfermidades originadas pelo ácida úrico, infecções do fígado e em geral das vias urinárias.

As folhas do morango são também medicinais; tomando se em forma de chá, purifica o sangue, fortalece e alcaliniza o sistema nervoso.

Para vigorizar os convalescestes, serve-se uma quantidade de folhas, que se poderá tomar com leite quente e mel A eczema cederá ante este simples, baroto e efetivo remédio. Também a raiz desta fruta é excelente contra a diarréia e a blenorragia.

CURA DO MORANGO
   
Esta cura consiste em ingerir um quarto de quilo no primeiro dia, aumentando nos dias seguintes, até chegar a um quilo.

Em geral esta cura é feita durante dois dias de cada semana, durante um tempo mais ou menos prolongado, até que as enfermidades cessem.

Nos outros dias, os alimentos deverão ser ingeridos na forma mais natural possível, sem condimentos excitantes, bebidas alcoólicas, e estimulantes.

 

MURICI

Também conhecido como Fruta de Jacu ou Mureci. Usada, inclusive, como base da merenda escolar em alguns municípios, devido ao seu elevado valor nutritivo.
Propriedades terapêuticas: Muito nutritivo, com sua polpa carnosa, é adequado à suplementação alimentar.
Indicações terapêuticas: A casca do fruto do murici é rica em tanino, sendo utilizada como adstringente, no trato intestinal e no combate à diarreia.
Origem: toda a extensão do Brasil, com muitas variedades, especialmente na cor do fruto.
 


NÊSPERA

A nêspera é uma fruta pequena, de cor amarela e casca aveludada, erroneamente chamada de ameixa-amarela ou ameixa-japonesa. É uma fruta rica em vitamina C e sais minerais, como cálcio e fósforo.
Medicinal: diuréticos e exerce nos catarros intestinais uma ação energética anti inflamatória, donde provém a sua influência reguladora intestinal.
A polpa da nêspera contém: 0,35% de proteínas; não contém gordura; 11,5% de hidrocarbonatos (dos quais 9,5 são açúcares); 75% de água; 13,2% de celulose; 56 calorias; 0,44% de cinzas. Também contém pectina e tanino; ácidos cítricos, málico, tartárico e uma pequena quantidade de ácido bórico.
A semente contém 2,5% de óleos gordurosos. O conteúdo em tanino e pectina justifica o seu efeito antidiarreico e regulador do intestino, assim como a sua ação adstringente e tonificadora da mucosa intestinal.
Receita: 1.000 gramas de nêsperas, 800 gramas de açúcar e 500 gramas de água tudo a cozer, durante 45 minutos, conservando-se depois em lugar fresco. Tomar durante várias semanas em jejum 20 cm cúbicos (não sei em colheres a medida) deste xarope.

 

NOZ

A nogueira é uma árvore alta, esbelta e copada, da família das Juglandáceas, originária da Índia e da Pérsia e aclimada no Brasil.

Utilidades Medicinais
Anemia - Triturar de seis a oito cascas de nozes verdes, acrescentar mel e cozer em meio litro de água durante 15 minutos. Coar e tomar dois copos pequenos por dia. Não preparar em utensílios metálicos. Usar vidro refratário, barro ou madeira devido à presença de taninos em alta concentração. Recomendação prosaica e antiga.Tomar o infuso das folhas.
Anginas - Gargarejar com o suco da casca das nozes diluído em água.
Artritismo - Tomar o infuso das folhas.
Boca, feridas na - Preparar suco de nozes verdes, misturar com mel e diluir em água. Bochechar.
Cálculos da vesícula - Indica-se o decocto da casca da raiz.
Calos - Aplicar no local o "pó" dos ramos novos misturado com mel .
Cérebro, tônico para o - Deve-se incluir a noz no alimentação como complemento nutritivo. Na época, 3 ou 4 unidades de nozes por refeição são indicadas.
Conjuntivite - Lavar a conjuntiva com chá forte de folhas de nogueira.
Constipação intestinal - Comer nozes raladas com maçã e mamão.
Debilidade - Proceder como indicado em cérebro.
Diarréia - Tomar o infuso das folhas ou das flores.
Dor de dente - Bochechar com chá forte da casca da raiz.
Feridas - Lavar com o decocto forte das folhas ou flores.
Garganta, inflamações da - Gargarejar com o chá forte das folhas.
Gengivite - Proceder como indicado em dor de dente.
Insônia - O povo afirma que é bom pôr folhas de nogueira sob o travesseiro.
Raquitismo - Proceder como indicado em anemia.
Respiratórias, doenças das vias - Proceder como indicado em tosse.
Tosse - Tomar o infuso das folhas juntamente com mel e leite.
Verminoses - Diluir o extrato da casca verde tomar em jejum duas colheres de sopa. Tomar o infuso das folhas. Tomar um pouco do chá da casca dos ramos novos em jejum. É útil o decocto da raiz.



PÊRA


A pera é indicada para os convalescentes de febre intestinal. É útil contra a hiperfunção da glândula tireóide, por conter iôdo; contra a prisão de ventre e inflamação do intestino. As peras combinam bem as frutas frescas e dessecadas, porém não é conveniente misturar mais de duas classes de frutas na mesma comida. Também combina com açúcar, mel, nata, queijo, gemas, nesses casos sempre que não sejam demasiado doces, combinam bem com os cereais e outros farináceos. Não se deve misturar com verduras, tomates, leite fresco e ovos cozidos. Esta fruta deve ser aproveitada, já que presta tantos serviços ao homem na alimentação e na Medicina.
 


PÊSSEGO

O pêssego é uma fruta excelente do ponto de vista nutritivo, pois possui apreciável teor de vitaminas A, C e D e sais minerais (principalmente potássio). Quando fresco, tem grande quantidade de água, o que o torna indicado para doenças da bexiga e dos rins, pois é levemente diurético. O caroço contém ácido cianídrico; este ácido é usado pela medicina homeopática para aplicar nas falhas do coração, nos colapsos graves e nas falhas dos capilares sanguíneos ou dos nervos vaso motores. Aconselha-se o uso de amêndoas de pêssego duas vezes ao dia.
Indicações: enfermidades pulmonares, afecções do fígado, prisão de ventre, úlceras cancerosas, herpes, dores reumáticas, hipertensão arterial, anemia. Recomendada aos diabéticos, gotosos e tuberculosos. Colagogo, diurético, depurativo do sangue, desintoxicante. O caroço do pêssego é empregado como remédio curativo nos êxtases pulmonares, especialmente na denominada “tosse cardíaca”.
Moído, macerado e triturado, regulariza o fluxo menstrual.
As folhas amassadas, externamente aplicadas, têm efeitos sedativos.
As flores, em infusão, com água ou leite, em forma de xarope, é um bom laxante infantil.

 

PITANGA

A pitanga, com vitamina C, cálcio, fósforo e látex, é normalmente usada na fabricação de refrigerantes e sucos. Cura diarréia, colite, desconforto intestinal, é preventiva contra doenças crônicas como o câncer, doenças cardíacas, mal de Alzheimer, artrite e catarata.
As folhas da pitanga eliminam a febre, mesmo as rebeldes.

 

ROMÃ

A romã é indicada para males cardíacos, osteoporose e febre.
As raízes da romã são usadas para expulsar a solitária.
O chá das cascas é um antibiótico natural.

 

SAPOTI

Do sapoti, rico em látex e vitaminas A, B1, B2, B5 e C, é feito refrigerantes, doces, conservas e xaropes.
A casca é parda e tem propriedades tônicas e combatem a febre.
As sementes, trituradas, são diuréticas, úteis no tratamento da litíase vesical.
Do sapoti, é extraído do tronco um látex para fabricação de goma de mascar.

 

TAMARINDO

O tamarindo, rico em vitaminas A, B1, B2 e C, potássio e cálcio, é um ótimo laxante e até purgativo leve, também usado como anti-inflamatório, antiácido e diminuidor da febre e da tosse.
Não é muito digestivo.

 

TANGERINA

A tangerina, com vitaminas A, C e do complexo B, é indicada como diurética, calmante, anti-inflamatória, laxante, analgésica, acalma a tosse e a febre.
Além disso, quando ingerida com o bagaço, facilita a formação de resíduos que melhoram o funcionamento do intestino.

 

UVA
   
A uva é suave laxante, atua contra vários enfermidades dos intestinos, do fígado, do abdômem e especialmente para o amargor da boca, vômitos. Não somente o fruto tem suas qualidades curativas, senão também as folhas; estas trituradas e aplicadas em compressas aliviam os dores de cabeça, as inflamações e sensações de ardor do estômago. O suco das folhas é um ótimo remédio contra as diarréias e a perda de apetite. As uvas em forma de passas são eficazes para várias doenças, como: a tosse crônica, desinteria, zumbido dos ouvidos, insônia e outras afecções de caráter nervoso. As folhas tomadas em infusão, bebendo-se uma xícara diáriamente, atuam eficazmente contra os transtornos da menopausa, nas mulheres, acne rosado, .hemorragias, etc.

CURA DA UVA
   
Esta cura é por excelência alcalina. A cura de uvas compreende a ingestão de meio quilo de uvas no primeiro dia, aumentando gradualmente nos dias sucessivos até chegar a três quilos; cada dia se dividirá em três ou quatro porções, devendo ser a primeira dose na parte da manhã. O tratamento pode durar vários dias ou semanas, segundo as diferentes circunstâncias do paciente; pode-se prolongar por mais tempo devido a suas elevadas proporções de glucose, as quais são muito energéticas. Esta cura se recomendo contra o reumatismo, gota, enfermidades dos rins, hemorróidas, escrofulose, tumores, enfermidades nervosas, neurastenia, enfermidades crônicas da pele, eczemas, transtornos digestivos, e para pessoas obesas. Esta cura não convém a todos, por exemplo os que sofrem de úlcera gástrica ou duodenal, diabéticos, etc., é contra-indicado. Recomenda-se mastigá-las muito bem.

 

UVAIA

Também conhecida como Eugenia uvalha, uvaia do Pêra, uvaia do mato.
Propriedades terapêuticas: Adstringente e digestivo.
Indicações terapêuticas: Controle da hipertensão, diminuição do colesterol e ácido úrico, emagrecimento, potencial de uso no tratamento de HIV, tumores (câncer), malária e processos inflamatórios.
Origem: Nativa da Mata Atlântica, Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas pode ser encontrava em vários Estados. O nome é indígena, "uvaia" vem do Tupi, e significa ”Fruta ácida”.

 

UXI

A polpa do uxi é consumida ao natural ou através de sorvetes, licores e doces em pasta. Os estudos com polpa de frutos de Uxi o indicaram como fonte de ácidos graxos, fibras, esteróides, sais minerais, vitaminas C e E, os ácidos graxos oléico (7,38%) e o palmítico (3,78%). As principais propridades da planta são: antiinflamatória, antimutagênica, antioxidante, antitumoral, antiviral, depurativa, diurética, hipotensora, imunoestimulante, regeneradora celular, vermífuga. Seu uso medicinal é feito através da decocção de sua casca.
 

 

Veja Tambem:
Pequena História da Cozinha
A Boa Alimentação
Como Organizar e servir um Almoço ou Jantar
Cuidados na Arte de Cozinhar
Grandes e Pequenas Gafes a serem evitadas à Mesa

 

 
 

 

Copyright© 2004-2014 - Todos os direitos reservados. All rights reserved. - Termos de Uso - Política de Privacidade

eXTReMe Tracker