A Cura das Frutas

114

A Cura das Frutas

Entende-se por cura de, frutas, alimentar-se durante um determinado tempo somente de frutas excluindo toda outra classe de alimentos, exceto a água, com o fim de combater certas enfermidades.

Estas curas têm a vantagem de limpar surpreendentemente o sangue e em geral todo   organismo; recomenda-se, por conseguinte, nas enfermidades crônicas, onde existe acúmulo de materiais estranhos e nocivos.

Dá excelentes resultados para quem sofre de reumatismo, gota, ortritismo, hemorróidas, prisão de ventre crônica, enfermidades crônicas da pele, dos rins, fígado e estômago.

Durante a cura das frutas, nota-se uma perda de peso mais ou menos considerável, o que não deve alarmar, pois ele é precisamente necessário para que as toxinas e demais substâncias prejudiciais sejam expulsas e para alcançar a recuperação dos tecidos do organismo.

As frutas mais indicadas para a cura são as ácidas, como os limões, maçãs, morangos, já que os diversos ácidos que contêm, quando se combinam com a potassa, convertem-se em ótimos diuréticos e laxantes; queimados no organismos, dão carbonatos alcalinos.

Estes ácidos têm, por outra parte, a virtude de dissolver toda matéria estranha dos tecidos e que, dissolvida, pode ingressar na corrente circulatória, para sua eliminação.

Quanto ao tempo de duração da “cura de frutas”, varia segundo as condições do paciente e o gênero da doenças; pode durar alguns dias ou várias semanas ou meses; porém, de todas as maneiras não convém prolongar demais.

“As curas de frutas”, em certas estados patológicos, não convêm, como no caso de tuberculose, anemia, debilidade geral, desnutrição.