Guia básico para quem mora sozinho

15

Guia básico para quem mora sozinho

As pessoas que moram sozinhas vivem em crise quando o assunto é alimentação. É difícil fazer um planejamento de compras, as coisas acabam estragando e cozinhar só para uma pessoa dá uma certa preguiça. Confira nossas dicas e cuide de sua alimentação de um jeito bem prático.

Faça um planejamento alimentar: mesmo morando sozinho tente montar um cardápio da semana. Isso irá facilitar na hora da compra.

Atenção para a data de validade dos produtos: alguns produtos possuem data de validade muito curta, com isso você terá um prazo muito pequeno para consumi-los.

Na hora das compras resista às guloseimas: quem faz compras sozinho geralmente não resiste às tentações das guloseimas e petiscos. Passe longe desses alimentos e dê prioridade aos mais naturais.

Escolha alimentos saudáveis: abuse das frutas, legumes, verduras, cereais integrais, sementes oleaginosas, leite e iogurte desnatados, frutas secas e sucos de frutas.

Itens que não podem faltar na sua despensa

Comer direito requer um certo planejamento, ainda que mínimo. Confira nossas sugestões do que não pode faltar em sua despensa.

Arroz: compre embalagens menores. Tenha também um próprio para risotos.

Azeite de oliva: o extravirgem é o mais indicado para saladas e o virgem para cozinhar.

Carnes: separe em porções individuais e congele (escreva o nome da carne e a data numa etiqueta).

Cereais matinais: tenha sempre. Prepare-os com leite e frutas.

Condimentos: mostarda, ketchup, molho de pimenta.

Enlatados: atenção para a data de validade. As seletas são bem práticas. Grão-de-bico, feijão e lentilha podem ser transformados em sopas.

Filé de peixe, de frango ou de peru congelados: são embalados um a um.

Frios: compre em quantidade mínima. Perdem rapidamente o sabor e aroma.

Frutas ou polpa de frutas congeladas: são ideais para sucos ou batidas à base de leite e iogurte.

Geleias: há embalagens individuais.

Iogurtes: a oferta é enorme e você pode consumir puro, com cereal ou em molhos para salada (no caso do natural). Atenção para o prazo de validade.

Legumes pré-cozidos: o preparo é bem mais rápido.

Leite em pó: prefira este tipo de leite, pois assim você prepara somente a quantidade que for consumir no momento.

Maionese: normal ou temperada nos sabores tomate seco, atum e ervas, podem ser servidas com saladas ou sanduíches.

Massas: prefira as massas secas.

Mel: use no leite ou iogurte batido, ou para acompanhar banana.

Molhos prontos: para servir com massas, carnes, aves, peixes, saladas e em sanduíches.

Ovos: compre as embalagens com meia dúzia. Atenção para a validade.

Pão de fôrma: há embalagens com 8 fatias. Deixe na geladeira.

Pão de queijo e pão pré-assado: tenha no congelador. Basta levar ao forno no momento de consumir.

Peixes em conserva como atum, sardinha, salmão: prefira os conservados em salmoura, que são menos calóricos. Há embalagens pequenas.

Picles: ajudam a complementar saladas e preparar sanduíches.

Queijos: compre em pedaços pequenos. O fresco pode ser encontrado em embalagens menores.

Saladas prontas: basta temperar.

Sopas prontas ou quase prontas: tenha sempre para as emergências.

Temperos desidratados: alecrim, salsinha, manjericão, manjerona, cebola e alho, entre outros.

Torradas: há no mercado torradas embaladas com duas unidades.

Verduras e legumes congelados: há muita variedade no mercado.

Receitas de emergência para quem mora sozinho

A indústria alimentícia começa a perceber o enorme potencial que o mercado dos que moram sozinho (uma tendência mundial) representa.

Produtos congelados, enlatados e pré-prontos em embalagens práticas, com quantidades ideais para o consumo de uma pessoa. Se você quer adotar hábitos saudáveis e começar a comer direito, veja as nossas dicas:

Sanduíches: feitos com ingredientes saudáveis podem ser uma ótima opção para quem mora sozinho e não tem tempo para preparar uma receita elaborada. Incremente-os com verduras, legumes ralados, pastas feitas com ricota temperada e até fatias de frutas, como a maçã.
Clique aqui para ver receitas de sanduíches

Omeletes: são preparações bem práticas e nutritivas. Acrescentando verduras como espinafre, brócolis, rúcula e couve, tornam-se ainda mais ricas em ferro e vitaminas.
Confira aqui receitas rápidas e práticas de fazer!

Saladas: após comprar as verduras lave e seque as folhas, coloque-as num recipiente fechado e armazene na geladeira, na prateleira ou gaveta própria para verduras. Ou compre verduras já higienizadas. O molho também pode ser preparado com antecedência: faça um molho à base de azeite de oliva, limão, vinagre balsâmico, mostarda e sal e deixe pronto na geladeira. Para incrementar as saladas use kani kama (que é embalado um a um), atum, azeitonas, pedaços de queijo branco ou batata palha.
Clique aqui para ver receitas de saladas

Sopas: para deixar as sopas prontas mais nutritivas, inclua legumes congelados ou em conserva, queijo ralado, ovo (deixe cozinhar como se fosse pochê), pesto (que pode ser comprado pronto), crôuton no momento de servir, feijão em conserva ou pré-cozido. Prepare sopas com legumes ou grãos em conserva. Para isso, bata-os com água, caldo de carne, de legumes ou de galinha e tempere com ervas desidratadas. Leve ao fogo e deixe ferver.
Clique aqui para ver receitas de sopas

Macarrão: salvação de quem mora sozinho. Pode ser preparado em poucos minutos. Escolha uma massa de boa qualidade (de preferência às massas secas, que podem ser armazenadas por mais tempo) e use molhos prontos. No caso do molho ao pesto, guarde a sobra na geladeira. Para não alterar a cor, regue com azeite de oliva e procure consumi-lo logo (use em sanduíches).
Clique aqui para ver receitas de macarrão